Esquece essa de procurar alguém. No final vai acabar sendo sem querer; numa trombada, num tropeço ou em um caminho que você fez errado.
Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece…
Tu é engraçadinho… Do tipo que faz a gente planejar coisas, do tipo que faz a gente rir sozinho no meio da rua, e eu tô fugindo de problemas. Então não vem atrás de mim.